domingo, 6 de novembro de 2016

CASAMENTO| Um pouco de mim para você



Resolvi postar umas fotinhas da decoração do casamento para que pudesse ajudar algumas pessoas que estão buscando inspiração para seu próprio casamento. Como já disse antes, nunca fui nenhuma sonhadora com o tal véu e grinalda, mas dei o braço a torcer e até que me animei com a ideia. Na verdade, pensei que essa era uma forma de abençoarmos nossa união. Vou contar uma coisa a vocês. Eu sempre acreditei que o amor é o maior dos sentimentos, seja em um relacionamento amoroso, seja com amigos, família, animais ou natureza. Acredito que se você amar o próximo será capaz de enxergar a beleza da vida e respeitar a diferença que existe em cada um de nós. Enfim, o amor é um sentimento poderoso. A partir daí desse valor me fiz uma pergunta: se eu encontrei um grande amor, porque não abençoar essa união? 

Continuando... 

Durante todo o processo teve muita gente que ajudou e compartilhou energia positiva conosco. Um dos pontos que não abri mão foi que construíssemos um casamento pequenininho, com pessoas queridas e que conheciam um pouco da nossa história. Tudo foi planejado para 80 pessoas, depois aumentamos para 100, mas no final foram as 80 que imaginávamos antes. Enfim, foi tudo aconchegante, com pessoas queridas e com a decoração que imaginei desde o início. Acho que fiquei tão tranquila que as coisas fluíram de um jeito incrível. Queria compartilhar com vocês algumas fotos da decoração e aproveitar para registrar um momento de felicidade que passou, mas que ainda tá aqui guardado na memória e em fotos! Espero que gostem e que essas fotos possam inspirar cada um de vocês.

Lembrando que cada um tem um jeito, uma vontade e possui sonhos diferentes. Não quer dizer que só porque eu queria um casamento minimalista que o certo é realmente fazer desse tipo. Seja você, crie e realize seu sonho com amor! VAMOS LÁ!!!


O BOLO/ BEM-CASADOS/ DOCINHOS / O BUQUÊ ... E TUDO MAIS!



















Espero que vocês tenham gostado e aproveitado um pouquinho de cada foto. Ahhh...Muito amor para vocês! Beijo grande. 

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

A REALIDADE DO TRABALHADOR BRASILEIRO



Eu, particularmente, sou encantada pela área trabalhista. Esse é um dos motivos para eu ter feito Recursos Humanos e agora estar me aventurando na administração. Lidar com o ser humano é uma tarefa de alta complexidade e requer sabedoria e “jogo de cintura” para que não haja um número grande de desentendimentos dentro de determinada Instituição. Recentemente fui a um Congresso de Direito do Trabalho e fiquei encantada com as falas dos palestrantes. Muitos assuntos foram abordados e me fizeram repensar sobre como o Trabalhador Brasileiro está sendo tratado na atualidade. Na verdade, ainda existem traços marcantes dos tempos passados. De certa forma nós evoluímos com a globalização, mas ainda estamos “estagnados” em muitos pensamentos. Eu, como trabalhadora (atualmente desempregada) já vi situações nas quais o outro é tratado como um simples funcionário. Mas, não deveria ser assim Amanda? Não tem que haver uma distancia entre funcionário e patrão? O funcionário não está ali só para servir? Não meus caros. A nossa realidade deveria ser outra.



Os livros sobre Recursos Humanos nos mostra vários aspectos que dizem que o ser humano agora deve fazer parte da empresa. Mas como assim? Ele deve ser além de um mero funcionário. Deve expor sua opinião, estar motivado através de incentivos da empresa, deve ser treinado para mostrar eficiência e qualidade no serviço. Tudo bem! Mas isso realmente acontece? Raramente.  Na verdade, a teoria é linda, assim como as leis trabalhistas e o nome “motivação” que tanto ouvimos atualmente. Sabe o que esquecemos, ou melhor, o que as empresas esquecem? Que existe um ser humano por trás daquele trabalhador que ali está servindo. Muitas vezes você não dá sua opinião por medo de ser mandado embora do serviço. Mas eles não querem que você exponha sua opinião? Sim e Não. Na teoria, sim e na realidade, não. Claro que não posso generalizar e expandir esses aspectos para todas as organizações, mas muitas delas trabalham desta forma.

Vocês já perceberam a quantidade de pessoas que estão adquirindo doenças psicossociais no trabalho? Pois eu já percebi. Na verdade, essas doenças estão relacionadas com o excesso de cobrança da empresa e da sociedade, além da sua própria cobrança. Na verdade, nós queremos ser os melhores naquilo que estamos fazendo, não é mesmo? Mas para isso estamos pagando um preço um pouco alto.




Muitas pessoas estão se tornando mais ansiosas, menos pacientes, adquirem a síndrome do pânico e outras doenças psicológicas e físicas ao longo da vida. Esse quadro não é muito bom, porque, ao contrário do que muitos dizem, nossa expectativa de vida poderá diminuir. E se essa expectativa não diminuir, nós não teremos paciência para educar nossos possíveis filhos. Na verdade, se vocês olharem ao redor perceberão que isso já está acontecendo. Muitos pais já deixam seus filhos a mercê da tecnologia para se auto enriquecerem, seja com seu trabalho ou com seu tempo (ou melhor, falta de tempo).

No Congresso, uma das palestrantes (não lembro o nome...rs) que era médica psiquiatra relatou que já existem estudos nas Univerdades de Harvard e Oxford que dizem que a base para o desenvolvimento da personalidade da criança se dá nos 3 primeiros anos de vida. Agora vejam! Se você não tiver tempo, nem paciência e excesso de ansiedade, como criará e ajudará na personalidade do seu filho?

A partir daí já entro em outra discussão que é o tempo da licença maternidade e paternidade. No Congresso, esses temas também foram abordados. Pensem bem, se em 3 anos uma criança precisa construir a base da suas personalidade e desenvolver certos aspectos que refletirão no seu futuro, como é que a licença maternidade é “dada” por apenas 4 ou 6 meses (algumas empresas estão adquirindo a lei para 6 meses)? E é uma vergonha falar da licença paternidade, não? Quer dizer que o pai não deve participar da criação do seu filho? Que “desenvolvimento”.

Outro ponto a se analisar é que as mulheres estão mais ativas no mercado de trabalho, mas ainda há um preconceito contra elas. Um exemplo que já vi e posso dizer é sobre a gestação. Muitas mulheres querem ter um filho, mas por conta do seu trabalho acabam adiando. Mas por quê? Por medo de serem demitidas após o período de licença. Mas Amanda,é verdade? É sim. Vocês já devem ter ouvido alguém comentar sobre isso. Enfim, isso não é preconceito? Cadê o desenvolvimento que tanto ouvimos falar? 

Temos que pensar que mudanças estão acontecendo e que muitas leis e pensamentos devem acompanhar essas mudanças. Volto a apontar o que disse no início desse post: De certa forma nós evoluímos com a globalização, mas ainda estamos “estagnados” em muitos pensamentos.

Reflitam sobre isso!

 Abraço, Amanda.


sexta-feira, 14 de outubro de 2016

CONHECENDO BUENOS AIRES



Para quem vai para Buenos Aires já pode ir sabendo que existe uma infinidade de coisas para se fazer por lá. Eu, particularmente, adorei ter escolhido esse lugar como destino para lua de mel. É encantador! Vou contar mais ou menos nossas aventuras em Buenos Aires para vocês. Vamos lá!

Desde o início as coisas deram bem certo. Desde o nosso casamento até o fim da viagem. Enfim, Deus nos abençoou e nos proporcionou o melhor. Uma das coisas que vou logo contar a vocês é que não decidimos ficar em hotel como de costume. Queríamos ter o conforto de um hotel, mas queríamos nos sentir ao mesmo tempo, em um local que fosse familiar, que nos remetesse a um cantinho só nosso. A partir daí resolvemos alugar um flat pelo site AirBnb. Eu conheci o site pelas minhas andanças pela internet. Fui pesquisando sua procedência e as dicas de pessoas que já tinham utilizado. A escolha do apartamentinho não foi fácil, pois tínhamos muitas opções, mas no fim, foi a melhor escolha. O local era maravilhoso, em Palermo Soho, próximo ao metrô, restaurantes, cafés e em frente ao Distrito Arcos, onde ficam umas lojinhas, outlets, restaurantes e Starbucks. Vou falar logo a realidade, o Distrito Arcos não é muito bom para compras. Não vi nada em conta!

Com relação ao apartamento... Ah!!! Ele era-é lindo. Bem decorado, com banheiro impecável, cama maravilhosa, tv, uma cozinha americana, academia... Tinha tudo que precisávamos! A Alicia, a dona do apartamento, foi um amor. Super prestativa e respondeu todas as minhas dúvidas. Ela providenciou alguém para nos buscar no aeroporto de Ezeiza que é bem longe. Na verdade, quem nos buscou foi seu filho. Um rapaz bem gente boa, falava português e nos deu várias dicas sobre Buenos Aires. Para quem está buscando fugir dos preços altos de hotéis e quer o conforto de um lugar que supra suas necessidades, eu super recomento oAirBnb. Claro que é sempre bom olhar os comentários das pessoas que já estiveram no local. Seja esperto e procure com calma. Tenho certeza que você vai escolher um lugar legal!

No dia que chegamos comemos no Distrito Arcos mesmo, pois estava bem frio e não queríamos andar muito. O restaurante que fomos era um vegetariano com comida e preços ótimos. Depois voltamos ao apartamento.


No outro dia fomos ao zoológico que fica em Palermo. Na verdade, o zoológico estava passando por umas modificações para se tornar um parque ecológico. Muitas pessoas nos indicaram o zoológico de Lujan, mas como sou um pouco encucada com zoológicos, resolvemos não ir. Acho estranho um animal silvestre se comportar como se fosse um robô somente para satisfação do ser humano. Principalmente porque não se sabe ao certo como o pessoal de lá faz para que eles se comportem dessa forma. Enfim, resolvemos que era melhor não conhecer.  Depois do Zoológico em Palermo resolvemos dar uma volta pelos arredores. Nos perdemos, nos encontramos, mas foi legal. Fomos a Plaza Italia, no trecho chamado Jardins/Bosques de Palermo, passamos pelo Jardim Botânico, El Resedal e Planetário. Logo depois fomos ao Museu Malba  que fica bem próximo ao Shopping Alto Palermo. A dica é: em um dia dá para conhecer todos esses lugares!


Na verdade, tem coisas que fizemos que esqueci... vou contar o que lembro! Rs
Fomos ao Centro, conhecemos a Casa Rosada (por fora), pois o dia de visita era domingo. Também fomos no domingo e nos informaram que tínhamos que nos cadastrar no site da Casa Rosada para ter direito ao passeio guiado. Enfim, desistimos de entrar!


Para chegar ao centro pegamos o metrô linha D em Palermo e paramos em Catedral. O valor do metrô era 4,50 pesos por pessoa (baratinho). Nesse mesmo dia fomos ao Café Tortoni e pegamos uma pequena fila, pois fomos por volta das 17:00. É bom ir um pouco mais cedo porque lá é um local bem visitado pelos turistas. A visita vale a pena, quer dizer, o café é normal e o churros eu achei que era o melhor do melhor do mundo (expectativa) e era normal. Mas, mesmo assim vale passar por lá.


No outro dia pegamos o ônibus turístico que fica rodando pela cidade (um amarelo). Pagamos 350 pesos por pessoa por 24 horas. Vale muito a pena pegar esse bus. Ele passa nos pontos turísticos mais conhecidos de Buenos Aires e você pode descer, conhecer o ponto turístico e pegar o ônibus novamente nos pontos espalhados pela cidade. Nós descemos em San Telmo e almoçamos em um restaurante por lá. Comemos uma comida deliciosa!!! Logo depois voltamos ao ônibus e descemos no bairro La Boca onde fica o La Bombonera. A visita ao estádio é bem legal. Pagamos por volta de 400 pesos o casal. Lá você conhece um pouco do estádio, tira foto com a taça, no vestiário e ainda leva duas fotos. Vale a pena! É lá nesse bairro também que tem o Caminito. Um bairro todo coloridinho e bem turístico, mas não achei que tinha muita coisa para fazer por lá, por isso voltamos rápido.


Logo mais a noite fomos ao Show de Tango no Catulo Tango. Nunca pensamos que iriamos gostar tanto. Foi uma noite maravilhosa, a dança é linda e o pessoal que cantou e tocou também foram perfeitos. Fiquei maravilhada! Quem providenciou a entrada e o jantar para nós foi o Allan. Conheci seu trabalho pelo instagram @buenosairestur e valeu muito a pena. Foi o Allan que também organizou nosso passeio pelo Rio Tigre. Os preços que ele cobra são bons e condizentes com o que ele oferece. Eu super indico!

O passeio ao Rio Tigre foi no domingo e logo depois fomos conhecer a Feirinha de San Telmo. É uma feirinha cheia de artesanato e é boa para comprar lembrancinhas.

Na segunda-feira conhecemos a Recoleta. Passamos pelo Cemitério, Museu de Belas Artes e Hard Rock Café ao lado do Recoleta Cultural Center. Para quem está pela Recoleta vale a pena conhecer todos esses lugares, pois são todos próximos.


Voltando ao sábado... Fomos ao Jardim Japonês pela manhã e foi um dos jardins mais bonitos que conheci. O valor da entrada é 70 pesos por pessoa. Vale a pena conhecer, pois é a coisa mais linda e dá para tirar muita foto. Logo depois, fizemos o Tour Lado B com o pessoal do Blog Aires Buenos. Nós adoramos!!! Na verdade, eles têm uma proposta diferente dos outros tours que conhecemos. Eles mostram a parte turística (a mais conhecida) e o Lado B de Buenos Aires ou a chamada realidade. Os meninos são brasileiros que moram lá, o que facilita o entendimento das histórias e piadas ao longo do tour. No tour eles disponibilizam um fotógrafo para tirar as fotos que você quiser (sem custos adicionais). Por fim eles oferecem um café com cookie no LAB, uma cafeteria bem legal em Palermo. Enfim, vale a pena fazer esse tour. Muito bom!!!


Nos últimos dias em Buenos Aires nós fizemos umas comprinhas. Fomos no Shopping Abasto e gostamos muito dos preços de lá. Vale a pena dar uma passada! Você dá uma volta e quando percebe já anoiteceu...rs


AHH gente, fizemos tanta coisa que é até difícil relembrar. Só sei que aproveitamos bastante. Na verdade, não poderia ter sido melhor! Enfim, essas foram as coisas que consegui lembrar, mas fizemos bem mais. Quem quiser conhecer a cidade é só pesquisar e meter as caras. Entrar em metrô que é bem fácil de se localizar, pegar táxi de vez em quando para ficar mais tranquilo e conhecer o que quiser. Uma dica é conhecer O Blog Aires Buenos ( http://airesbuenosblog.com/ ), pois foi ótimo para eu poder tirar minhas dúvidas e saber mais sobre tudo!


Um grande beijo. Amanda!



segunda-feira, 3 de outubro de 2016

INDICAÇÃO DE FILME | À Prova de Fogo



Oi minha gente. Estou de volta!!! Voltei da lua de mel cheia de coisas para contar. Buenos Aires é um lugar encantador. Logo mais contarei um pouco sobre a viagem. Aguardem as dicas! Mas hoje vim falar sobre um filme bem legal que já tinha assistido há um tempo e nesses dias tive o prazer de revê-lo. É o filme À Prova de Fogo. Para quem está em um relacionamento ou quer apenas aprender um pouco mais sobre sabedoria e paciência na vida a dois, esse é um filme esclarecedor. Vale muito a pena assistir!

SINOPSE:

“Essa é a história de um bombeiro chamado Caleb Holt que passa por muitos maus relacionamentos familiares, com sua mãe e sua esposa, ao mesmo tempo em que é reconhecido por toda cidade onde ele habita como um profissional exemplar e, acima de tudo, um herói. O seu casamento, porém, não anda nada bem, e Caleb e sua esposa estão prestes a se separar, porém tudo muda quando Caleb recebe um desafio de seu pai.

...





É a partir desse desafio que Caleb começa a mudar sua vida. Ele acaba mudando seu comportamento e suas atitudes como pessoa e como marido. Além disso, ele começa a enxergar qualidades que nunca mais tinha visto em sua companheira. Através do desafio chamado Desafio do Amor ele tenta reconquistar sua esposa novamente, o que nos mostra que devemos estar todos os dias plantando boas sementes para colhermos bons frutos|flores no futuro. E que mesmo não plantando boas sementes, podemos consertar muitos aspectos em nossas vidas. Podemos plantar sementes novas, regá-las e fazê-las florescer.



TRAILER OFICIAL



Espero que vocês gostem do filme assim como eu gostei. E que possam tiram boas lições dele!

Grande Abraço. Amanda!




terça-feira, 6 de setembro de 2016

NOVIDADE NO AR



Nesses últimos dias algumas coisas aconteceram. Ainda bem que coisas boas, as ruins conseguimos encarar e solucionamos do jeito que pudemos. Essa semana é uma daquelas diferenciadas que acontece em nossas vidas. Enfim, estou com o coração cheio de amor e alegria. Até que enfim né? Porque casar sem amor e triste, ninguém merece... rsrs
 
... É minha gente, vou agarrar o coração do meu boy de vez !!! rs


Na verdade, nunca fui aquela sonhadora com o tal véu e grinalda, mas no fim das contas me rendi (do meu jeito) e estou com o coração cheio de felicidade. Nossa comemoração será minimalista, mas com cada canto com um pouquinho de nós. Depois vou postar algumas fotos para vocês. Beijos e até breve!

sábado, 20 de agosto de 2016

DESAFIO 12 SEMANAS | 8ª Semana



Até que enfim eu consegui postar a semana 8 do DESAFIO 12 SEMANAS aqui para vocês. Eba!!! Bem no final do dia, mas tá valendo. No desafio de hoje temos 2 perguntas legais. Leiam, leiam e me contem o que vocês acham. Vamos começar!



As cobranças

Eu sei que a todo o momento existirão cobranças. Às vezes de amigos, pais, professores... etc. Mas, na verdade, em um relacionamento amoroso essas cobranças podem se tornar chatas e repetitivas. Eu prefiro investir numa boa conversa, daí exponho o que estou pensando. Acho a melhor opção! Mas, claro que tem todo tipo de relacionamento nesse mundo, no entanto se você precisa cobrar demais algo de alguém talvez exista alguma coisa errada entre vocês.

Aceitar que o outro também tem vontades 

Costumo dizer que em muitos relacionamentos as pessoas se esquecem das suas particularidades. Um acaba vivendo para o outro e esquece de si. Cabe lembrar que vocês são um casal, mas assim como pessoas diferentes, tem opiniões e vontades diferentes. Façam coisas sozinhos e sintam falta um do outro. Olha que legal! RS

Reconhecer o erro e pedir desculpas

Essa é uma das coisas mais complicadas. Ainda mais para algumas mulheres. Sempre damos um jeitinho de sairmos como “as certas”. Na verdade digo que somos boas em mostrar nosso ponto de vista (kkkkkkk). Mas, falando sério. Em um relacionamento, assim como em outras situações da vida é importante reconhecer qual o erro e quem o cometeu, para assim podermos melhorar. Depois disso vêm as desculpas. Ô palavrinha difícil de sair!

Confiança

Acredito que para manter um relacionamento saudável é necessário haver confiança. Se você ficar o tempo todo desconfiando do outro, você esquece de viver sua vida e acaba ficando paranoico. Aí você me diz: “Mas, Amanda. Meu namorado tem um histórico horrível. Ele era um galinha!” Ah, minha amiga. Então porque você está com ele? Se não consegue ter sossego por causa do seu passado é melhor pular fora. Ou então, se ele demonstra atos dignos de confiança a você, para que o desespero? Se você não adquirir confiança nele, não vai dar certo! It’s true!

Cultivar o amor todos os dias

Caso você não faça isso, o amor entre vocês se transformará em amizade e quando perceberem, toda aquela mágica que existia no início não estará mais lá. Ainda mais nos dias de hoje que a vida anda tão corrida. As pessoas estão esquecendo de se olhar, se tocar, conversar e manter relações reais. Ás vezes, um pequeno gesto pode mudar um dia inteiro!





TOP 5:

Havaianas

Chocolate

Livros

Qualquer coisa jeans (calça, shorts, bolsas... e por aí vai).

Viagens – Ah! Porque não? Kkkkkkk


Me contem sobre vocês. O que mais acham difícil em um relacionamento amoroso? O que mais gostam de ganhar? Contem tudo e já marquem seus bofes ou suas girls, eles vão ler e saber quais os presentes que devem dar para te proporcionar um sorrisão!

Beijo grande da AMANDA!

terça-feira, 16 de agosto de 2016

DESAFIO 12 SEMANAS | 7ª Semana



Essa é a semana 8 e estamos na 7, mas vou consertar essa baguncinha. Vou tentar postar essa semana o outro desafio com mais 2 perguntas. Vou conseguir minha gente!!!

Pensar em casório, viagem e ainda pensar em arrumar emprego quando voltar dessa maravilhosa aventura está consumindo meus neurônios (rsrs). Mas, vou organizar tudinho e conto aqui para vocês como estou indo! 



Enxergo a vida com bons olhos

Hoje em dia as pessoas vivem no corre e corre e esquecem de apreciar o que tem de bom ao seu redor. Toda vez que saio, consigo enxergar algo de bom ao meu redor. Amigos, família, natureza, animais, entre tantas outras coisas.  Claro que temos os dias de crise existencial, mas até nesses dias eu tento parar e pensar em algo melhor do que o problema em questão.

Sou gente boa

Respeito as pessoas, suas ideias e conceitos de como viver a vida. Acredito que cada um tenha que viver a vida como achar melhor. Tento não ser inconveniente, pois conheço pessoas que de início eu gostava e depois elas passaram a se tornar chatas por ter esse defeito.

Leal

Seja na amizade ou no relacionamento amoroso admiro a lealdade. Lembrando que ser leal é ser sincero, franco e honesto. Além de ser fiel aos compromissos.

Boa ouvinte

Gosto muito de tagarelar, mas também sei ouvir o outro. Sou uma boa ouvinte. Sei dar conselhos quando é preciso e sei também quando o outro não quer conselhos, só sua amizade. Muitas vezes já sabemos a resposta dos nossos problemas, mas queremos conversar com alguém, desabafar e não ouvir conselhos que já sabemos quais são. Coisas do ser humano!

Sou racional

Pode parecer que sou sentimental demais, mas sou uma pessoa racional. Acho que umas das coisas que me encantou na Administração foi utilizar a razão. Na verdade, às vezes tenho que maneirar essa razão toda para não ser aquela pessoa 8 ou 80. É difícil, mas damos um jeito.   







Essa parte de cheiros depende muito do meu humor (TPM). Tem cheiros que nessa época eu não quero nem sentir próximo a mim. Mas só vou levar em consideração os dias normais, sem TPM.


Da natureza

Eu amo o cheiro de mato, chuva e mar. Apesar de não estar sempre em contato com a natureza bruta, eu amo esses componentes. Eles me fazem me sentir bem melhor. É inexplicável.

De casinha limpa

Esse cheirinho é tão bom, não é? Diz aí! Minha mãe faz uma faxina que deixa a casa top. Um dia chego nesse nível...rsrs

De comida

Ahhh!!! Quem não gosta de sentir o cheiro de uma boa comida. Acho que todo mundo.

Do meu amor

Ahh Amanda! Você disse que era racional nesse instante e agora tá dando uma de romântica? Isso minha gente... fazer o que? rsrsrs
Adoro o cheirinho do meu amor. Quando vou dormir dou uma cheiradinha nele e caio no sono. Acho que é um vício! Rsrs

Da cama de mãe e pai

A cama pode estar a maior zona, sem trocar o forro, mas ô coisa boa é a cama deles. Deve ter alguma coisa mística envolvida nisso...rsrs


Agora é a sua vez. Você já parou para pensar quais são suas qualidades? Pensa aí... E seus cheiros preferidos? Todo mundo tem aquele cheirinho que adora. Qual o seu? Me conta.

Beijos da Amanda.


quarta-feira, 10 de agosto de 2016

DESAFIO 12 SEMANAS | 6ª Semana



E estamos na sexta semana do DESAFIO 12 SEMANAS. Na verdade estamos na 7ª semana, mas não consegui postar semana passada, então estou postando hoje. Estou programando umas coisas para o casamento (depois conto novidades). Acredito que na sexta-feira estarei postando o Desafio dessa semana! Fiquem de olho.




Mar

Quem me conhece sabe que morro de medo de mar. Na verdade, tenho um respeito imenso por ele. Uma vez quase me afogo e não foi nada legal. A partir deste dia eu fiquei “um pouco” traumatizada.

Fracassar

É engraçado falar isso aqui, já que o nome do blog é “Escolhi Ser Feliz”. Acredito que nós podemos fazer escolhas nessa vida, mas que às vezes não dão tão certo. O complicado é você planejar alguma coisa e algo no percurso não sair como no planejamento. Esse sentimento de fracasso não é legal. E o pior é quando vem alguém para te dar lição de moral. Dá vontade de mandar essa pessoa ir pro espaço.

Altura

Eu não sabia que tinha esse medo até pouco tempo. Quando subo em um lugar alto, começo a suar. É trágico e engraçado ao mesmo tempo.


Agora não estou lembrada de algum outro medo que possa ter. Se lembrar comento aqui embaixo!



Se acham as sabidonas

Às vezes você começa a conversar com alguém e daí aparece um impasse. A outra pessoa não aceita uma opinião diferente sua e se acha a certa em todos os quesitos. Já aconteceu com vocês? É um saco.

Que só vivem criticando os outros

Tem gente que só vive para criticar a vida dos outros. Além disso, essas pessoas adoram “matar” os sonhos alheios. Quando identifico esse tipo de pessoa, eu me calo, ouço e vou embora. Pronto. É só não dar muita conversa.

Maltratam os animais

Não tenho nenhum pingo de paciência com essas pessoas. Tem gente que não entende que o animal é um ser vivo e não foi criado para ser maltratado.

Acham que podem tudo

Tem gente que acha que pode tudo. Essas pessoas acham que podem infringir a lei que não vão ser pegas, que podem maltratar o outro e não vai ter retorno, que a vida é tão boa para eles que podem pisar em qualquer um.

Falam muito palavrão


Não tenho nada contra com quem fala palavrão, só não me sinto a vontade em um lugar onde as pessoas falam 10 palavras e 11 são palavrões.  É estranho. Fico um pouco impaciente. 


Me contem o que vocês pensam dessas duas perguntas. Quero saber tudo!!!
Beijo Grande da Amanda!

domingo, 31 de julho de 2016

DESAFIO 12 SEMANAS | 5ª Semana



Olá pessoal! Era para eu ter feito essa postagem ontem, pois a semana acabou no sábado (rsrsrs), mas só consegui postar hoje. Vocês me entendem, né? Essa semana que passou foi bem corrida, mas consegui escrever tudinho para continuar com nosso DESAFIO 12 SEMANAS. Vamos lá!




Pessoas vazias

Desde que o mundo é mundo existem pessoas desse tipo: vazias, sem coração, invejosas e que não amam nem a si mesmas. Mas, mesmo sabendo que essas pessoas existem há bastante tempo, eu não me conformo que elas possam ser tão ruins assim. Existem pessoas que maltratam animais como se eles não fossem seres vivos, existem outras que maltratam idosos e crianças por terem passado por um “dia ruim” (é cada desculpa que o povo arranja). Enfim, fico muito triste quando vejo que existem pessoas que não sabem o verdadeiro significado do amor e são infelizes a tal ponto de fazerem o mal.


O tudo pode

Hoje em dia você vê crianças e jovens com autoridade de um adulto. Mas, como assim Amanda? Crianças que não tem limites e mandam (literalmente) nos pais, jovens que usam infinitas drogas e acham super natural, jovens que matam e roubam e não são realmente punidos. Além de várias outras situações de tudo pode!


Uso excessivo das tecnologias

Pessoal, eu sou super adepta das tecnologias. Acho que através delas você pode adquirir bastante conhecimento e conhecer pessoas legais. Além do que existem bons conteúdos para se explorar pela internet. Mas, o que me deixa incomodada ultimamente é o uso indiscriminado das redes sociais, celulares e afins. Tem gente que não consegue sair e ter uma conversa cara a cara com outra pessoa. Há a necessidade de fotos, conversas e postagens no celular, mas não existe a necessidade da vida real. Acho isso muito estranho.


A necessidade de agradar os outros

Ai gente, hoje em dia as pessoas tem uma necessidade de serem aceitas pelos outras. Em tudo! No trabalho, com o parceiro, na faculdade, com os amigos. Enfim, em praticamente todas as situações. É difícil você tomar uma atitude baseada em quem você é e no que você quer, sem pensar nos outros.


Ou você está de um lado ou de outro

Hoje em dia tudo pode se transformar numa briga. Seja sobre assuntos relacionados a política, educação, religião, feminismo e por aí vai. Se você não concorda com algo sobre o feminismo você se autointitula machista. Se você não concorda com o posicionamento de algo na política, você é um boboca. Não gosto dessa situação! Porque uma pessoa não pode unir conceitos e acreditar neles sem estar em qualquer lado que seja?





Ser impaciente

Muitas pessoas (pela minha cara) acham que sou paciente, mas pelo contrário, às vezes sou bem ansiosa. Gosto de tudo nos conformes e não consigo me aquietar até que as coisas estejam finalizadas. Seja em um trabalho, em casa ou na faculdade.


Gosto de acordar tarde

Sim, esse pode ser um defeito minha gente. Mas Amanda, todo mundo adoraria acordar tarde! É verdade, mas comigo é demais. Eu sou o tipo de pessoa noturna. Meu cérebro funciona muito melhor à noite. Gosto de ler, estudar, trabalhar... Enfim, fazer quase tudo a noite. Se deixar até faço faxina! rsrs


Dou muita importância para coisas bobas

Acho que nesse caso vai depender muito do meu dia. Quando falo assim, quero salientar minha TPM. Nesse período eu fico sentimental demais ou estressada demais. Quando alguém me fala qualquer coisa eu fico mexida. Posso ser ignorante e chorona nesse período. É uó! Rsrs


Ser ausente

Eu tento ao máximo ficar próxima das pessoas que amo. Seja dos amigos ou da família, mas às vezes eu me passo. Deveria mandar mais mensagens, ligar e sair mais com essas pessoas que são tão importantes. Na verdade, não gosto muito de cobranças, exemplo: tem um tempão que você não vem aqui em casa; você nunca mais me mandou uma mensagem. Fica parecendo que só eu sou responsável pela manutenção da amizade. É estranho!


Teimosia

Não sei bem se posso chamar de teimosia, mas acho que sim. Quando coloco uma coisa na cabeça que acredito ser a certa, fica difícil de me convencer o contrário. Sou flexível em muitas situações, mas quando estou certa de algo fico um pouco teimosa e tento provar meu ponto de vista. Claro que tem algumas situações que não vale a pena uma discussão. É só saber identificá-las!


Este é um post do DESAFIO 12 SEMANAS. Para entender melhor o que é o desafio, clique aqui. Depois é só me contar o que mais te incomoda atualmente, além de seus maiores defeitos. Me conta! J